quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Carnabonde em Santos

Todo ano é a mesma coisa: passando os super plantões de Natal e Ano Novo eu já corro para o calendário e calculo se vou estar ou não trabalhando no último fim de semana antes do Carnaval. Por que exatamente essa data??? A explicação é muito simples... jornalista não tem Carnaval!!! NUNCA! Neste ano estou completando 14 anos sem Carnaval!!! Pra piorar, além de AMAR viajar, eu aaaaaaamo pular Carnaval! Como nos dias de folia já sei que estarei sempre trabalhando, descobri um jeito de me divertir antes! No fim de semana anterior ao Carnaval, tem sempre o Carnabonde lá em Santos, litoral sul de São Paulo!!! É sobre ele que resolvi escrever hoje!

Multidão atrás do bonde no centro histórico de Santos
Pode não fazer muito sentido eu postar sobre um evento antes dele acontecer... neste ano vai ser no dia 2 de fevereiro. O fato é que essa semana, pra mim, é aquela semana que não termina! No próximo sábado e no domingo eu trabalho, então... minha próxima folga é no dia 2 de fevereiro! Exatamente no dia do Carnabonde! Uebaaa!!! Vou falar sobre ele então por dois motivos: pra eu me animar lembrando que esse ano vou poder ir e pra animar vocês, quem sabe vocês gostam e resolvam ir comigo?!? rsrsrs

Como descobri o Carnabonde: ainda não contei aqui, mas o meu marido nasceu e passou a vida inteira em Santos. Qualquer dia vou fazer um post só sobre essa cidade maravilhosa que eu aprendi a amar, mas nessa postagem o que importa é explicar que foi em uma das nossas idas pra Baixada Santista que eu conheci o evento que abre a folia na cidade! O Carnabonde existe desde 2001 e nada mais é do que um grande Carnaval de rua em plena Praça Mauá, centro histórico de Santos! Falando assim até parece só mais umas das muitas festas carnavalescas que tomam conta do país inteiro nessa época... mas não é!!! O Carnabonde é especial!

O lugar onde o evento acontece, por si só, já é um charme... essa região da Praça Mauá é carregada de símbolos... de significados... de prédios que contam não só a história de Santos como a história do Brasil!!! Eu, que adoro essas coisas, me encanto com esse pedacinho da cidade. No Carnabonde, tudo isso ganha um toque ainda mais especial porque esse é um carnaval de marchinhas... dos tradicionais "ranchos"... das modinhas carnavalescas de antigamente! Coisa de velho??? Não mesmo!!! Também tocam sambas enredos e outras músicas que a moçada gosta! Mas antes de falar do público que freqüenta o Carnabonde, preciso falar daquilo que dá o verdadeiro charme a esse evento: o bonde!

Ele é o grande astro de qualquer passeio pelo centro histórico de Santos! A máquina elétrica de 1920 faz uma linha turística pelas ruas próximas à Praça Mauá durante o ano todo. No Carnaval, ou melhor, no Carnabonde, o bondinho é todo enfeitado e circula por lá carregado de foliões! Pendurados nas portas e janelas do bonde tem de tudo: homem vestido de mulher, lindas mulheres com suas fantasias, crianças, gente de todo tipo! Quando ele passa em volta da praça é uma alegria só! Os blocos carnavalescos da cidade vão atrás! O povo todo vai em seguida! É o ponto alto da festa que começa sempre às 15h00 e vai até por volta das 19h00.

Não estou conseguindo colocar as "maledetas" legendas, mas as fotos acima são de algumas das figuras que passam a bordo do bonde, tem de tudo!!!! Antes disso, no palco montado na praça, tem uma banda que toca ao vivo, tem bateria de escola de samba, artistas locais! Nas tendas montadas por lá, distribuição gratuita de confete e serpentina! Um caminhão da Sabesp sempre distribui água for free! Vendedores ambulantes passam sem parar vendendo cerveja, refrigerante... e os sprays de espuma que também viraram marca dos últimos Carnavais! Os bares ao redor da praça também lucram vendendo bebidas e porções!!!

O público do Carnabonde: tem de tudo!!! Ah, mas Santos é cidade de tiozão, do povo da terceira idade...! Sim, eles também marcam presença, mas também tem muita criança, muito jovem, muito casal, tem de tudo mesmo, gente bonita, gente feia, gente normal e não tão normal assim! Bom, eu sou da opinião que cada um faz sua própria festa! Eu sempre me diverti muito em todas as vezes que fui e olha que já fui só com o meu marido, só com ele e nossos sobrinhos, com a família inteira, já fui de galera, até com uma verdadeira "excursão" da minha cidade com direito a abadá diferenciado e tudo mais!!!! Enfim, talvez quem for atrás de "tchutchucas" se decepcione... já quem vai atrás de diversão vai encontrar com certeza!

Acima, Carnabonde 2008. À esquerda, edição de 2009. 


Mogi no Carnabonde 2010
Daí tem gente que vai dizer: "ah mas o Carnaval de Olinda blablabla". "Ah, o Carnaval de Salvador blablabla". "Ah, o Carnaval do Rio de Janeiro blablablablabla"! Aaaaaaaaaaah, já sei!!!! Claro que se eu pudesse compraria a fantasia de destaque da Salgueiro e iria pra Sapucaí! Comprava o abadá do Chiclete com Banana e iria pro Pelourinho! Pegava o avião e ía pular lá no Galo da Madrugada em Recife! Por enquanto, sou jornalista e trabalho no Carnaval, por isso... vou sim pro Carnabonde lá em Santos que é divertido, é de graça (hahahah maldita raça pobre essa de jornalista!) e está perto de casa! Depois eu volto e, nos quatro dias de folia, trabalho feliz da vida porque consegui sim aproveitar um pouquinho do carnaval (sim, eu sou tão louca que também gosto de trabalhar na cobertura do Carnaval, aliás, AMO)!

É isso então pessoal... AH! Faltou uma coisa: depois da bagunça do Carnabonde, parada obrigatória no Café Carioca, ali mesmo, na Praça Mauá, para comer pastel, hein! Imperdível! Até Jânio Quadras já comeu pastel lá! Quem estiver no pique, tem milhões de outras opções de balada para curtir a noite, Santos tem uma vida noturna incrível! Dia seguinte, domingo, ainda dá pra dar uma bela caminhada na orla, tomar uma água de coco pra rebater e daí sim subir a serra feliz da vida!

Beijos e até a próxima folga, que vai ser no Carnabonde!





quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Viajar e fazer amigos!

Estou com uma lista interminável de assuntos sobre os quais quero escrever aqui no blog, mas tem um que não sai da minha cabeça então preciso dividir logo com vocês! Quando fui colocar título nessa postagem fiquei em dúvida se essa letra "e" aí do tema não deveria ganhar um acento agudo... porque viajar também "É fazer amigos"!!!!



Nunca viajei pra longe com um grupo de amigos... a não ser praia, sítio, cidades próximas, essas coisas! Viagem pra valer com passagens, roteiro, dias contados, passeios comprados, nunca! Acho que esse tipo de viagem só dá para fazer com amigos que tenham os mesmos gostos e o mesmo ritmo que você. Muitas vezes nem seus melhores amigos têm a mesma "pegada" que você para viagens. Tem amigo que odeia acordar cedo (regra básica do viajante, dormir se dorme em casa!)... tem amigo que fica mal-humorado com qualquer coisinha que dá errada (bom-humor é pré-requesito obrigatório pra curtir a viagem!)... enfim, viajar com amigos não deve ser simples não! O que acontece, sim, é de você encontrar em uma viagem pessoas que você nem sonhava em conhecer e daí nascer uma amizade!

Pode ser já no avião ou no ônibus... se a pessoa está indo para o mesmo lugar que você, alguma coisa vocês já podem ter em comum! Na minha última viagem eu e meu marido ficamos em assentos distantes em uma parte do vôo para Las Vegas... meu marido fez amizade com o cara que viajava sempre pra lá pra jogar pocker e nos deu várias dicas! Na volta, de novo assentos separados... eu conversei o vôo todo com uma mulher também americana e contamos a vida inteira uma pra outra. Na nossa viagem de lua-de-mel conhecemos dois casais bem bacanas e fizemos quase todos os passeios juntos. Quando fomos para Natal ficamos amigos de um casal que morava lá e nos levou a vários lugares bacanas que não teríamos conhecido se não fossem eles! No Chile, conheci por meio do Mochileiros.com dois casais que íam pra Santiago na mesma época que nós, marcamos de nos encontrarmos lá e dividimos uma van para ir para ir para o litoral. Em Cartagena de Índias, na Colômbia, nos tornamos tipo melhores amigos do nosso guia! Até hoje nos falamos, ele vive dizendo que vai vir pra cá e nós sonhamos em voltar pra lá para nos reencontrarmos.

Enfim, acho que isso sempre acontece com quem é como eu e meu marido... falantes, comunicativos e sem noção rsrsrsrs!!!!! O que não é tão comum assim é a história de uma amizade que fizemos em Orlando, na Flórida, em 2008! É essa amizade que me motivou a escrever esse post!!!!

No Animal Kingdom, logo depois de nos conhecermos!
Assim que decidimos viajar para os EUA, começamos a pesquisar sobre a viagem pela Internet. Logo descobrimos o melhor site que já vi até hoje para quem vai pra Orlando, o VPO: www.viajandoparaorlando.com. Um dia vou escrever um post só sobre essa viagem, mas o fato é que esse site tem simplesmente tudo que o viajante precisa, inclusive um fórum onde os usuários cadastrados trocam informações e um chat onde você pode conversar com outras pessoas que estão com viagem marcada para Orlando. Foi assim que eu comecei a conversar com a Cristhiane. Trocamos algumas mensagens, eu mandei para ela o meu roteiro e combinamos um encontro naquele que seria o meu segundo dia lá, na entrada do Animal Kingdom. Eu nem comentei nada com o meu marido primeiro porque ele iria me achar doida de marcar com gente que nem conhecíamos e que poderia ser totalmente nada a ver com a gente (do tipo que acorda tarde ou fica mal-humorada por qualquer coisa!). Também não disse nada porque JAMAIS achei que ela e o namorado iriam mesmo nos esperar na entrada do parque!

Chegamos cedo no Animal Kingdom, até dei uma olhada na porta antes de entrar, mas não encontrei ninguém parecida com a japonesinha que eu tinha visto na foto do VPO, então nem pensei mais nisso! Já dentro do parque, fomos direto para a fila do Expedition Everest... quando estávamos para entrar no carrinho, eis que uma japa chega e pergunta, em inglês: "Are you Lenina, from Brazil?". Quase caí dura no chão!!!! Era ela, a Cris! Com o Douglas, o namorado! Aí, pronto! Foi "amizade a primeira vista"! Não desgrudamos mais! Depois do Animal Kingdom fomos fazer compras juntos, dia seguinte fomos no Sea World, dirigimos juntos até Tampa para ir ao Bush Gardens, Blizzard Beach, Epcot, Magic Kingdom, Universal, fomos pra balada, saímos juntos pra jantar, rimos, bagunçamos e nos divertimos muito! Eles eram simplesmente aquilo que eu achava que não existia: um casal com o mesmo ritmo que nós para viagem!

No Blizzard Beach
Ok, o sonho terminou, voltamos para o Brasil e ao contrário de outras pessoas que conhecemos em outras viagens, com quem até trocamos telefones e endereços mas nunca mais tivemos contato, com eles nos reencontramos! Eles vieram nos visitar em casa, depois nós fomos para Sorocaba, onde eles moram! Uma amizade tão grande que, três anos depois, fomos convidados para padrinhos de casamento deles! Ou seja, amigos de viagem podem sim ser amigos para sempre! Basta ter "o mesmo grau de bobice", como diria o Douglas!

Em 2011, no casamento da Cris e do Doug
Eu ainda espero viajar muuuuuito nessa minha vida... mas acho difícil ter de novo a sorte de encontrar outras amizades tão especiais! De qualquer forma, não custa tentar não é mesmo??? Mais um motivo para continuar sempre viajando... e fazendo novos amigos!

Até a próxima!



domingo, 13 de janeiro de 2013

Oásis no interior de São Paulo!

Enfim, um tempinho para escrever sobre uma das minhas dicas de passeio de fim de semana aqui no Porque tô de folga! Normalmente, quando não estou de plantão e faz calor, minhas escapadas são para o litoral... mas em uma dessas folgas nosso destino foi o interior de São Paulo: Águas de Santa Bárbara, na região de Bauru! Mais especificamente o balneário do Santa Bárbara Resort Residence! Claro que não descobri sozinha e nem por acaso esse "oásis"... meu esposo trabalha na empresa que administra este e outros empreendimentos, mas JURO que esse post não é pra fazer média com o maridão!!! O lugar é simplesmente sensacional e vale a pena para quem mora em São Paulo! Bora???

Santa Bárbara Resort Residence
Balneário do Sta Bárbara Resort Residence
COMO CHEGAR: Saindo de São Paulo, capital, a melhor forma de seguir para Águas de Santa Bárbara é pegar a Rodovia Castello Branco. É bom sair cedíssimo de casa porque não é perto não, são 290 quilômetros! O bom é que a estrada é um "tapete"(considerada a melhor rodovia do País, segundo a Confederação Nacional dos Transportes). Para dar aquela "acordada" antes de seguir viagem, uma paradinha para o café é obrigatória, não é?!? Minha dica é o Graal do quilômetro 29 da rodovia, ainda bem perto de São Paulo. Lá tem um buffet divino de café da manhã, mas no que eu piro mesmo é no chamado "pão de semolina" que eles têm lá! É um pão bem molinho que eles fazem na chapa... huuuum, imperdível! Bom, depois do café tudo de bom, é só voltar pra pista e seguir seeempre em frente! A entrada do Sta Bárbara Resort Residence é bem às margens da rodovia, logo depois do acesso ao município de Águas de Santa Bárbara.

O LUGAR: Esse é um dos muitos loteamentos de lazer que existem ao longo da Rodovia Castello Branco... com a diferença de que esse tem SPA de nível internacional e de que lá você não precisa ser morador ou proprietário de lotes para usar o balneário, que é simplesmente incrível! Nunca havia estado num lugar assim aqui em São Paulo! Atualmente (janeiro de 2013) a taxa é de R$ 40,00 por pessoa. Super acessível até pra quem é jornalista hahahaha! Fora que, em vista de tudo que o lugar oferece, esse valor é mais do que justo!

MINHA EXPERIÊNCIA: Chegamos lá e já pegamos um dos ombrelones que ficam na beira da piscina, com sofás super confortáveis, mesa e uma boa sombra para aquela hora em que o sol do interior começa a ficar mais forte! Não demorou muito e um garçom nos trouxe um coquetel de boas vindas simplesmente delicioso... e lindo! Aliás, o serviço de bar lá é algo a parte! O bartender manja MUITO! Depois do aperitivo, fui deixar minhas coisas no vestiário que - como tudo lá - é lindo! O melhor é que tem armários individuais com um sistema de senha que você cria na hora, super tecnológico! Bom, depois dessa recepção foi só curtir muuuuito o sol nas espreguiçadeiras e as piscinas que têm partes mais rasas com uma "prainha" perfeita para ficar se deliciando com os coquetéis do Sunset Bar! Para quem curte nadar pra valer, a raia da piscina é ótima. Na parte de trás tem também piscinas pequenas, duchas enormes, espreguiçadeiras à sombra de coqueiros e um gramado lindo! Ah, para quem quer privacidade e estiver num grupo maior, tem uma área VIP também! Esse lugar é coisa de cinema! Fiquei me achando "a" dondoca!

Espriguiçadeiras na área da piscina
Área VIP

Sunset Bar
Área verde atrás do balneário
Balanço na área do gramado
DETALHE IMPORTANTE: Esse lugar incrível está localizado em Águas de Santa Bárbara, uma cidade que fica sobre um aquífero super conhecido por ter uma das melhores águas do país. No Santa Bárbara Resort Residence tem uma fonte de água purinha e, por isso, lá você não paga para beber água. Não vão te servir garrafinhas de água mineral e sim jarras e mais jarras ou de água pura ou com hortelã... totalmente free!!!

Água servida sem custo no balneário
COMIDINHAS: Como se não bastasse tudo o que já contei sobre esse lugar lindo, tem ainda o restaurante La Luna, dentro do balneário! Pratos super elaborados e com preços justíssimos! Pensa numa casquinha de siri, quanto custaria comer uma na praia? Lá se não me engano custou R$ 6,00! Achei super em conta! Além da casquinha, pedi um risoto de camarão dos deuses! Meu marido comeu uma carne igualmente divina, chamada "Filet a Daniel". A variedade é imensa, tanto de pratos quanto de porções e sobremesas! Tudo isso com o visual lindo de morrer da área da piscina!

Detalhes da decoração do restaurante La Luna


Salivando só de lembrar dessa casquinha de siri! 
Risoto de camarão
Filet a Daniel

O SPA: Depois de almoçar e ficar com aquela preguicinha na beira da piscina, fomos para o SPA que tem várias opções de massagem, sauna, circuito termal (com águas quentes e frias), solarium... meu Deus, se eu estava me achando dondoca, quando entrei no SPA fiquei deslumbrada! Primeiro fizemos sauna, depois andamos pelo circuito termal e finalizamos com a massagem indiana ayurvédica, que delícia! Mais relaxante impossível! Custou R$ 80,00, que acredito que seja o preço de uma massagem dessas em qualquer outro local. Quando eu for dondoca de verdade - e não por alguns momentos! - vou querer uma massagem dessa por dia! Muito relaxante e revigorante!

Um dos espaços do SPA
PARA FINALIZAR: Não preciso nem falar que esse passeio foi sensacional, né... valeu cada quilômetro de SP até lá, cada centavo gasto para viver uma experiência que não se tem todos os dias, cada caloria consumida com as delícias que comemos hahaha! Mas é bom lembrar que esse lugar tem muito mais: outros clubes, ciclovia com locação de bikes, pista de corrida, mini-golfe, a Praça da Fonte onde também tem restaurante... enfim, lugar incrível! Passeio maravilhoso! Dia inesquecível! Quem quiser saber mais detalhes é só acessar o site do empreendimento: www.santabarbararesidence.com.br

ÁGUAS DE SANTA BÁRBARA: No fim do dia pegamos a estrada e entramos na cidadezinha onde fica o resort. Águas de Santa Bárbara é bem pequena e esburacada! Meu Deus, como tem buraco nas ruas!!!! Enfim, tirando esse detalhe, é uma cidadezinha simpática. Tem várias pousadinhas bem em conta para ficar! No fim de semana em que fomos estava rolando um casamento na cidade e essas pousadas estavam lotadas, mesmo assim conseguimos uma vaguinha em uma delas! Bem simplezinha, mas é o que eu sempre digo: para mim, hotel ou pousada serve pra dormir e nada mais! Deixamos nossas coisas lá e fomos comer uma pizza. O que mais me chamou atenção na cidade foi a igreja, uma gracinha, adoro igrejas! Na praça onde ela fica estava rolando uma feira, que depois descobrimos ser a "feira da lua", uma tradição de todo sábado a noite em Águas de Santa Bárbara!

Igreja de Águas de Santa Bárbara
TERRAS DE SANTA CRISTINA VI: No domingo acordamos e seguimos para uma outra cidade naquela mesma região, Paranapanema. É lá que fica outro loteamento com esse conceito de residencial + lazer, o Terras de Santa Cristina. São sete residenciais com esse nome, passamos em dois deles, no primeiro foi só para conhecer, o Terras de Santa Cristina VI. Fica às margens da represa de Jurumirim, lugar lindo demais!

Terras de Santa Cristina VI
TERRAS DE SANTA CRISTINA VII: Foi onde paramos para passar o domingo! Lá acredito que não é aberto para day-use, como o Santa Bárbara Resort... mas como gosto sempre de relatar meus passeios completos, vamos lá! Também fica às margens da represa de Jurumirim, praticamente uma praia de água doce! Nunca tinha nadado numa represa eu acho... e foi lá que eu descobri que represa também tem concha! Hahahaha pra mim concha era algo que só tinha na praia!!! Enfim, "loirices" a parte, o lugar é incrível porque tem a piscina com a represa à frente, me senti num hotel pé na areia no litoral (com a graaande vantagem da água desse "mar" ser doce, não curto água salgada!). 

Clube do condomínio Terras de Santa Cristina VII
Parece ou não uma "praia"? Represa de Jurumirim!
Piscina às margens da represa
Pier de onde saem as lanchas e moto aquáticas
Sim, tem conchas na represa!!!
A VOLTA: A hora de ir embora depois de um fim de semana de folga é sempre triste... afinal, vai saber quando vai ser a próxima folga???? Maaaaas voltando desse passeio até o retorno é muito esperado! Isso porque na volta, pela Rodovia Castello Branco, tem o restaurante "Quinta do Marquês", onde dizem que o almoço é sensacional... como já tínhamos almoçado, nossa escolha foram os tradicionais pastéis de belém que vendem lá! Coisa de Deus! Delícia sem igual para encerrar esse passeio sem igual!

Pastéis de belém da Quinta do Marquês
É isso pessoal, espero que tenham gostado das dicas!

Beijos e até a próxima folga!





quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Relato de viagem - Las Vegas


Esse é o relato de viagem que me motivou a criar o blog! Desde que escrevi e postei no Mochileiros.com, não paro de receber e-mails com elogios e comentários! É um relato detalhado da viagem à Las Vegas, nos Estados Unidos, em março de 2012. Está enooorme, eu sei... mas para um bom viajante, quanto mais informação melhor! Boa leitura! :)



PRA COMEÇO DE CONVERSA...

QUEM SOMOS: Acho essa informação muito importante porque acredito que o que determina o tipo de viagem a se fazer são os interesses e as características de cada um. Eu e meu marido somos um casal sem filhos, eu tenho 30 e ele 32 anos, gostamos de explorar ao máximo os lugares para onde viajamos, curtimos contato com a natureza, esportes, brinquedos radicais, vida noturna em geral, baladas, espetáculos, bons restaurantes, compras, conhecer gente nova!

PORQUE LAS VEGAS: Meu marido é mágico profissional, sempre quis ir para Las Vegas pelos espetáculos desse tipo. Nesse mês de março comemoramos cinco anos de casados e eu sempre quis “casar de novo”, renovar os votos sabem??? Pronto, Las Vegas seria o lugar ideal para eu realizar esse sonho e ele enfim conhecer a cidade que tem os espetáculos como um dos principais atrativos.

O PLANEJAMENTO

QUANTO TEMPO FICAR: Eu sempre pesquiso muuuito antes de qualquer viagem para aproveitar ao máximo (acho que é coisa de gente que é meio sem grana, sabem... talvez eu nunca mais tenha a oportunidade de ir duas vezes ao mesmo lugar, então quero esgotar todas as possibilidades). Foi por isso que, depois de muito ler a respeito de Las Vegas, decidi que não faríamos nenhuma outra cidade próxima, como Los Angeles, por exemplo. Muita gente me dizia que ficar uma semana inteira SÓ em Las Vegas era muito tempo, que não tem tanta coisa pra fazer lá, etc e tal, mas eu me conheço!!! Se ficasse poucos dias me culparia por ter que fazer tudo correndo! E pelo que eu havia lido, vi que teria SIM muito a fazer em Vegas. Então definimos que passaríamos uma semana exclusivamente em Las Vegas!

Hotel Flamingo
A ESCOLHA DO HOTEL: Como disse, não somos (ainda! rsrsrsrs) do tipo “cheios da grana”. Então, apesar de sabermos dos hotéis incríveis de Las Vegas, escolhemos pelos critérios que sempre usamos nas nossas viagens: ficar num hotel bem localizado, com preço razoável e um bom quarto para descansarmos todas as noites. Sim, porque não costumamos parar em quarto de hotel, só mesmo pra tomar banho e dormir! Então, pelos preços que pesquisamos e pela localização em Las Vegas, escolhemos o hotel Flamingo. Infelizmente, ao pesquisar nos blogs e sites de viagem, ouvi pouca gente falar dele. Fomos mesmo “às escuras”, então já deixo avisado aqui pra quem cogita a possibilidade de ficar hospedado no Flamingo: é um hotel ótimo!!!! Por não ver quase ninguém escrever sobre ele, eu fui com uma expectativa bem baixa... e me surpreendi positivamente! É um hotel grande, limpo, quarto amplo, com lugares onde dá pra tomar café ou fazer um lanche rápido caso seja necessário e, realmente, a localização é o maior benefício pelo custo que ele tem! Recomendo pra quem não faz questão ou não pode gastar dinheiro com o luxo dos hotéis renomados de Vegas!

O ROTEIRO: Eis o ponto “chave” do meu relato de viagem rsrsrs. Gente, eu sou muito “nerd” com roteiro. Pesquiso muito antes de definir o que fazer dia-a-dia e até sofro quando fico em dúvida se o roteiro está ficando o melhor possível!!!! Por isso digo sem sombra de dúvidas: entre todos os roteiros que já fiz, o de Las Vegas foi o mais difícil de montar! Como sempre faço, estudei mapas, li muitos blogs de viagem, blogs de críticos de espetáculos, restaurantes... e talvez pelas muitas opções que Vegas tem em TUDO, às vezes não sabia como escolher o que fazer em cada dia! Qual foi a minha solução: fazer um roteiro “guia”, com base na localização dos lugares que gostaríamos de conhecer, e informações gerais de cada um desses lugares (o que tinha em cada um, o que não poderia deixar de fazer, etc). Também incluí no roteiro nomes e endereços de restaurantes, lojas, espetáculos recomendados por quem já foi pra Vegas. Dessa forma, seria possível ir adaptando o roteiro conforme as possibilidades e o andar da carruagem. Foi a melhor coisa que fiz viu, porque definitivamente NÃO DÁ PRA TER ROTEIRO DE VIAGEM PARA LAS VEGAS! Hahahah! As coisas não param de acontecer lá, pessoal... todo dia surge algo novo, uma balada é anunciada ou um show é cancelado ou você descobre algo que nem imaginava existir e resolve ir conhecer! Então minha recomendação é que vocês pesquisem muito, leiam muito e levem um roteiro para servir como guia... mas que se deixem levar pelo ritmo de Las Vegas e definam lá o que fazer dia a dia! Alguém pode me perguntar: mas e os shows? Não tem que comprar com antecedência??? Sinceramente, não! Nós só compramos o “O” do Cirque du Soleil pela internet e esse realmente eu acho melhor comprar antes, é MUITO imperdível pra correr riscos. Já todos os outros, deixem pra comprar lá! Tem muito desconto por tudo quanto é lugar, inclusive o Grand Cannyon compramos lá, até nossa renovação de votos de casamento só fechamos com a capela lá. Achei melhor assim pra não ficarmos com o roteiro “amarrado”, fizemos dessa forma exatamente por perceber que em Las Vegas o melhor é não ter planos!!!! Tem que chegar lá e se jogar! rsrsrsrsrs

Strip a noite

DICAS PARA MONTAR O ROTEIRO-GUIA: Ler MUITO sobre Las Vegas, tudo o que puder! Eu li TODOS os posts do site Viajando para Orlando (http://www.viajandoparaorlando.com), que tem um fórum de discussão exclusivamente sobre o estado de Nevada! Ía lendo e anotando, lendo e copiando e colando as informações relevantes para mim em um documento do Word, depois imprimi e li tudo para montar o roteiro-guia. Para quem tem Ipad uma dica é também baixar um aplicativo chamado “Vegas Mate” que tem muita dica de viagem, planilha de orçamento, mapa, tem muita coisa mesmo! Para ter informações variadas, pra mim o melhor blog foi o Cloez Corner, de uma brasileira que mora em Las Vegas, dando uma busca no Google já vai aparecer o link! Já em Las Vegas, peguem tudo quando é panfleto que oferecerem (menos os das mulheres peladas hahahah), distribuem muitos mapas, folderes de espetáculos, cupons de descontos! Isso me ajudou a complementar o roteiro-guia!

A VIAGEM

SEGUNDA-FEIRA – 12/03/2012:

O VÔO: Decolamos às 21h30 do aeroporto de Guarulhos. Para a viagem de ida, a dica é aquela básica: leve pouquíssima coisa! Até quem não tem muito dinheiro (meu caso!), acaba comprando muuuita coisa lá! O limite de bagagem para os EUA é de duas malas por pessoa, cada mala pode ter no máximo 32 quilos. Nós levamos duas malas cada um e cada mala tinha cerca de 10 quilos apenas, pra não corrermos riscos com o excesso de bagagem! Voamos com a United Airlines, compramos as passagens pela internet no Decolar.com e deu tudo super certo, sem problemas algum, recomendo porque conseguimos preços melhores com a Decolar. Nosso vôo teve escala em Houston na ida, no total – de Guarulhos a Las Vegas – foram cerca de 14 horas.

TERÇA-FEIRA – 13/03/2012:

LOCAÇÃO DE CARRO: Pousamos pouco antes das 9h00 da manhã em Las Vegas e, do aeroporto, vários ônibus levam para uma área onde ficam todas as empresas de locação de veículos. A princípio, a idéia era não alugar carro. Fazer tudo de táxi, ônibus e a pé. Mudei de idéia com as dicas do pessoal do Viajando para Orlando. Apesar das atrações principais de Las Vegas serem todas na Strip, tem sim muita coisa afastada, principalmente os locais para fazer compras, de onde saímos todos os dias carregados de sacolas. Fora isso, depois que vi como funciona o esquema dos “Deuces”, os ônibus que cortam a Strip, agradeci mil vezes por terem me convencido a alugar o carro!!! Os ônibus ficam lotaaados, os pontos de ônibus cheios em qualquer horário do dia, a Las Vegas Boulevard tem muito trânsito, fica tudo parado e o povo dentro do ônibus lotado. Sem chance! Imaginei isso tudo em época de calor, deve ser o inferno na terra! rsrsrs Muita gente falou que, pelo transito, não valia a pena alugar carro pra ficar preso no trânsito. Não se deixem levar por isso! O GPS faz caminhos alternativos para TUDO, só fica preso no congestionamento da Strip quem quiser, há muitas estradas que ligam, paralelamente, um ponto e outro da Strip. Então acho uma economia “burra” não alugar carro principalmente pela característica que já mencionei que Las Vegas tem: tudo acontecer e mudar a todo momento! Se tivéssemos um roteiro fixo pra seguir, até daria com muito sacrifício planejar de onde pegar o ônibus, de onde descer, como ir e voltar... mas Vegas é uma surpresa a cada momento, então como mudávamos os planos conforme os acontecimentos, ter o carro foi essencial. Ônibus e monorail, como pensávamos inicialmente, nos fariam perder muito tempo frente ao ritmo frenético de Las Vegas! Para alugar o carro, pesquisamos antes pela internet para saber a média de preços de locação, mas não fomos com nenhuma empresa pré-definida. Escolhemos durante o vôo, quando, conversando com um americano, ele recomendou a Interprise. Pagamos U$ 35 por dia por um carro econômico e não tivemos nenhum problema, ficamos a semana toda com o carro, muito simples a retirada e a devolução do veículo, nem precisamos abastecer nesse período.

GPS: O carro que locamos não incluía GPS, era a parte. Como nosso GPS do Brasil havia sido roubado, teríamos que comprar outro mesmo... então em vez de alugar um na empresa de locação de carro, saímos de lá e fomos direto para a Frys comprar um. Pelas informações que conseguimos, quem for comprar GPS lá para usar também depois no Brasil deve escolher por um modelo da marca Garmin, pois ele oferece os dados das estradas brasileiras no site, de onde é possível baixar quando chegarem aqui. Com a gente deu tudo certo, compramos um Garmin lá, foi perfeito por nos levar a todos os lugares com rotas alternativas fugindo do transito da Strip e, quando chegamos em casa, meu marido baixou o mapa das estradas brasileiras e já estamos usando o GPS também aqui.
Fry's Las Vegas Blvd South

FRY’S: Como disse antes, o primeiro lugar onde fomos depois de alugar o carro foi para a Fry’s, uma loja enorme de eletrônicos parecida com a Best Buy, de Orlando. O endereço da Fry’s é 6845 Las Vegas Blvd S Las Vegas. Tem muito brinquedo, eletrodoméstico, itens de informática, pecinhas de tudo quanto é coisa… mas o que procurávamos mesmo eram acessórios para Ipad e Ipod e nao encontramos. Sinceramente, eu esperava mais da Fry's, mas ainda assim deu pra comprar umas coisinhas!

ROSS: Saimos da Fry's direto para a Ross que fica ao lado do Walmart no endereço 5200 South Fort Apache Roud NV89148. Como já conhecíamos essa loja la de Orlando, definimos que antes de irmos em qualquer loja de roupa compraríamos tudo o que pudéssemos na Ross, por vale MESMO a pena e essa da South Fort Apache Roud e mesmo ótima, um milhão de vezes melhor que a Ross da Strip (fomos lá num outro dia). Recomendo que quem esteja interessado em boas compras não deixe de ir nessa Ross!

SPORT'S AUTHORITY: Ao lado da Ross e do Walmart, no mesmo endereço que coloquei acima, tem essa loja só de artigos esportivos! Enorme! Pena que o setor que mais interessava meu marido - o de tênis - tinha poucas opções. Mas ainda assim vale a pena a visita para os esportistas de plantão.

WALMART: Sempre maravilhoso, no mesmo complexo comercial da Ross e da Sport's Authority. Lá encontramos os acessórios para Ipad e Ipod que nao tínhamos encontrado na Fry's! Fora todo o universo de produtos que o Walmart oferece! Lembrando que fica no mesmo endereço: Walmart 5200 South Fort Apache Roud NV89148.

CHECK-IN NO HOTEL: Toda a maratona de compras acima fizemos com nossas bagagens dentro do carro! Fomos fazer check-in no Hotel Flamingo só às 17h00! Tinha fila pro check-in! Aliás, todo santo dia, a qualquer hora do dia, tinha fila de check-in e check-out não só no Flamingo, mas em praticamente todos os hotéis que visitamos, o que me fez pensar que JAMAIS eu faria o esquema que algumas pessoas fazem em Las Vegas, que é passar uma noite em cada hotel para conhecer vários. Só o tempo que se perde em arrumar malas, fazer check-in, fazer check-out... daria pra estar se divertindo e conhecendo outras coisas! Fica a dica então pra quem não tem saco com filas e afins!
The Venetian

PASSADINHA RAPIDA NO VENETIAN: Na nossa primeira noite em Las Vegas, marcamos de encontrar um casal de amigos que estava lá. Aquela seria a última noite deles em Vegas, iríamos para uma balada mas antes fomos fazer um "esquenta" no quarto deles no Venetian. De cara me encantei com esse hotel e olha que nessa noite só conhecemos um quarto e a área das piscinas, tudo lindo de morrer!!!! O quarto, aliás, devia ser um dos tops porque além da área do quarto tinha uma sala enorme e uma vista incrível da Strip! Gente, desculpem eu ser "deslumbradinha", pobrinho é fogo rsrsrs! É que realmente nosso primeiro contato com o Venetian foi de babar pela oportunidade de entrar em um quarto sem estar hospedado lá!!!

BALADA "MARQUEE" NO HOTEL COSMOPOLITAN: Nossos amigos pesquisaram algumas baladas de Vegas e descobriram que nessa Marquee teria uma festa meio "privê" com a presença do Ne-Yo. Como eles chegaram antes que a gente em Vegas, conseguiram contato de um promoter, colocaram nosso nome na lista e fomos! É aquilo que eu disse... Las Vegas acontece a cada dia, a cada noite, tem que ficar antenado no que esta rolando para conseguir uns esquemas bons como esse! Antes da balada abrir ficamos tomando uns drinks no Crystal Bar que tem dentro do Cosmopolitan e é LINDO! O “Sex on the beach” de lá estava ótimo! Recomendo MUITO essa balada lá em Vegas! Mulher paga U$ 20 pra entrar e homem U$ 30. A Marquee tem três pisos, três andares com ambientes diferentes, tocando estilos de música diferentes. Percorremos todos mas ficamos mais na que o Ne-Yo estava nas pick-ups. Como em todas as baladas, bares e afins de Vegas, tinha várias garotas de biquíni dançando nos balcões e eu e minha amiga não tivemos dúvidas... na primeira oportunidade subimos e dançamos também!!!! Vegas tem que entrar no clima, definitivamente!!!!

EARL OF SANDUWICH (lanchonete dentro do Planet Hollywood): saímos da balada com aquela "larica", morrendo de fome e como já era de madrugada tudo quanto é lanchonete e restaurante estava fechado! Encontramos aberto o Earl of Sanduwich, que eu tinha na minha lista de "recomendações" dos blogs e relatos que li. Sinceramente não sei opinar a respeito porque nem lembro o que eu comi hahahah! Mas é sempre bom saber que é um lugar que dá pra encontrar aberto mesmo de madrugada!

QUARTA-FEIRA - 14/03/2012

DORMIR PRA QUE??? Apesar de termos dormido quase quatro da manhã levantamos da cama cedo, oito e meia a gente já estava de pé!!! Dormir em Las Vegas é um pecado rsrsrs muita coisa pra fazer!!!! Nesse dia andamos pelo nosso hotel, conhecemos a área da piscina, alguns corredores de lojas, pegamos o carro e saímos sem nem tomar café da manha!

Little Chapel of Flowers
LITTLE CHAPEL OF FLOWERS: Vou ter que me alongar um pouco nesse tópico porque na manhã de quarta-feira fomos direto para a capela que eu escolhi para nossa renovação de votos de casamento! Pesquisei MUITO, à exaustão, para definir em qual capela e em que tipo de cerimônia fazer o “renewal of vows e decidi pela Little Chapel of Flores (http://www.littlechapel.com). Fica no endereço 1717 Las Vegas Blvd., ao North da Strip. O lugar é lindo!!! Decidi por ela por pura intuição porque nos sites de viagens, blogs, inclusive no Viajando para Orlando e no Mochileiros achei pouquíssima informação sobre quais eram as melhores capelas de Vegas... são muitas, com produtos e serviços muito parecidos, difícil escolher! O que tenho a dizer sobre a minha escolha é baseado pura e simplesmente na minha experiência... não li nada a respeito e nem tenho conhecimento para falar a fundo das outras capelas, então saibam que há uma grande chance de eu estar falando besteira rsrsrs! Pelo que eu pesquisei é o seguinte: praticamente todos os hotéis da Strip têm capelas onde é possível casar ou fazer a renovação de votos. Vi muitas noivas circulando pelos hoteis!!!! Não pesquisei produtos, serviços e nem preços de casamentos e renovação de votos nos hotéis, queria casar numa capela fora dos hotéis. Notei então, pela minha pesquisa, que as capelas mais populares de Vegas, onde o povo mais casa, são a Graceland (onde Bon Jovi se casou) e a White Little Chapel. Vasculhei os sites das duas durante muito tempo, antes de descobrir a Little Chapel of Flowers. Aí é aquela historia, dá pra casar de tudo quanto é jeito: com o Elvis Presley como celebrante, casar no drive trhru, sem precisar sair da limousine, casar no helicóptero sobrevoando a strip, casar no Grand Cannyon, casar no jardim da capela, casamento hawaiano, casamento com ou sem festa, com ou sem convidados... ou seja, sonhe e em Las Vegas vc pode realizar (desde que tenha dinheiro, claro!). Para casar DE VERDADE tem uma série de burocracias com papelada e tal, não é tão simples como vemos nos filmes (na internet vcs encontram facilmente esse tipo de informação), mas pra fazer a renovação de votos não precisa de nada, levei a certidão de casamento brasileira, achando que nos pediriam isso, mas nem precisamos apresentar! Bom, depois de navegar MUITO, em muitos sites de capelas, vi que as duas mais populares que citei (Graceland e Whitte Little Chapel) eram visualmente muito "fakes", sabem?!? Pelo menos pelos zilhões de vídeos e fotos que vi percebi que é tudo muito " cenográfico", parece cenário mesmo, senti que são capelas onde eu jamais me casaria se fosse pra ser "de verdade", entendem? Acho que elas são bem legais para quem quer fazer um casamento ou renovação de votos cômico, de zueira, gastando pouco, com o Elvis Presley como celebrante, por exemplo. Já pra quem busca uma cerimônia bonitinha, mais elaborada, como era o meu sonho, a Little Chapel of Flowers é a mais indicada, é a mais "real", com opções mais arrojadas, mais próximo da realidade sem deixar de ser uma capela de Las Vegas, tipo, une a beleza de uma capela de verdade ao clima louco de Las Vegas! Eu sinceramente até pensei em ter o Elvis como celebrante na Little Chapel of Flowers (porque lá não seria tão fake como nas outras capelas " cenográficas"), mas ficaria U$ 250 dólares a mais e nós já estávamos gastando muito dinheiro (pelo menos para o nosso bolso) com o casamento. Achei um investimento desnecessario pra quem nem é tão fã do Elvis. Falando nisso (preços), todas as capelas informam nos sites os valores das cerimônias e o que cada uma inclui. O pacote mais simples na maioria das capelas é de U$ 200 dólares. A partir daí dá pra gastar uma fábula!!!! Enfim, eu pesquisei tudo o que eu queria e deixei pra fechar lá só por desencargo de consciência, daria tranqüilamente pra fechar pelo site porque achei todos da capela super confiáveis, me deram retornos e esclarecimentos sobre tudo pela internet, então pra quem preferir fechar antecipado pelo site recomendo sem receio, já eu deixei pra ir lá pessoalmente e também não tive problema e nem dificuldade nenhuma, fui super bem atendida! Fechei uma cerimônia tradicional e fiz um upgrade pagando a parte uma sessão de fotos no jardim da capela! Depois conto os detalhes do casamento no relato da segunda-feira!

PREMIUM OUTLET NORTH - Depois de passar na capela e acertar tudo, antes de percorrermos os hotéis, fomos para o Premium Outlet. Pelas recomendações que recebi, soube que o North é melhor que o South, então nem cheguei a conhecer o South, fomos direto para o Norht e é tuuuudo para compras! Igualzinho ao de Orlando!!!! Não deixem de ir, mesmo que não tiverem rios de dinheiro pra gastar, como era nosso caso! Ah, falando em dica pra quem tem o din din contado: chegamos lá e tomamos café na Starbucks, que tem wi-fi de graça! Nem precisa entrar nela pra ter o sinal, do lado de fora também rola conectar pela rede da Starbucks!!! Bom, não há muito o que falar do Premium... ele é tudo! Além das compritchas, almoçamos lá dentro mesmo no Food Court que tem várias opções econômicas. Bem que eu queria ter ido no Makino, que é o restaurante japa que tem lá, mas gastaríamos mais e preferimos um almoço mais casual!
Estátua de cera de Celine Dion

MADAME TUSSAUD (VENETIAN): Voltamos do Outlet, deixamos o carro e as compras no nosso hotel e fomos a pé para o Venetian. É o que eu falei, carro foi essencial pra gente fazer o que desse na telha, na hora que fosse! Mas para andar pela Strip, tem que gastar sola de sapato e nós gastamos muita! No Venetian fomos direto para o Museu de Cera Madame Tussaud, que dispensa apresentações... pra quem não foi vale a pena, eu adorei ver as celebridades de cera! Fora que tem uma atração de terror de graça lá dentro, muito bacana! Fiquem atentos a descontos distribuídos nas ruas e hotéis e podem conseguir pagar bem menos pela entrada!



Vista durante o passeio de gôndola
PASSEIO DE GONDOLA (VENETIAN): Nunca estive em Veneza e em nenhum outro lugar da Itália... mas sem dúvidas me senti como se estivesse lá nesse passeio! Super romântico e lindo! Há a opção de ter uma gôndola só pra vc ou dividir com outro casal, claro que se for gôndola exclusiva é mais caro. Nós compramos para ir com outro casal, mas nos demos bem porque não tinha ninguém na espera, então fomos só eu e meu marido!!!! Conseguimos um descontão com aquele amigo que estava hospedado no Venetian - e por isso pagava mais barato com o cartão do quarto! - e pagamos U$ 34 pelo passeio. O rapaz que rema a gôndola conversou bastante com a gente, explicou que pra trabalhar na gôndola, além de saber cantar (pois eles cantam em parte do percurso, como em Veneza mesmo!), há a exigência de ser italiano mesmo pra trabalhar nessa função, achei o máximo!!!!! Lindo passeio, eu amei!

BAR E CASSINO EMBAIXO DO HARRA'S: Gente, não estou conseguindo lembrar e nem encontrar na net o nome do bar que tem embaixo do Hotel Harra's, mas está sempre cheio e é fácil de achar porque tem um reservatório de gelo gigante, toca música agitada o tempo todo e tem duas meninas com apito na boca servindo! Na volta do Madame Tussaud e do passeio de gôndola paramos nesse bar pra tomar cerveja! Se vc compra uma Bud Light, ganha outra! Bom né??? rsrsrs

Águas dançantes do Bellagio
FONTES DO BELLAGIO: A noite, depois daquele banho, seguimos para o Bellagio porque iríamos no espetáculo do Cirque du Soleil, mas fomos com tempo sobrando para ver o show das águas do Bellagio! Simplesmente incrível! Mesmo que você não se programe pra ver esse show, vc vai ver porque rola a todo momento, vimos vários ao longo da semana em que ficamos em Vegas. Essa noite foi a primeira que assistimos, pegamos um lugar bem no meio da fonte pra fotografar, foi LINDO! As fontes "dançam" e se iluminam conforme a música que toca! A cada quinze minutos toca uma música diferente! A primeira que ouvimos foi Lucy in the Sky with Dimonds, dos Beatles, eu até chorei!!!! Não dá pra explicar, só vendo!!!! Vejam! De graça!

JANTAR NO BELLAGIO: Quer se sentir pobre??? Tente jantar num restaurante que tem vista para as fontes do Bellagio? rsrsrs Olhamos os menus na entrada do Le Cirque e quase caímos para trás! Acabamos comendo um wrap de camarão no Snack Bar do cassino do Bellagio (U$ 26,00 com refrigerante) enquanto esperávamos o horário do Cirque du Soleil. Até tentamos ir no buffet do Bellagio, mas a fila estava absurdamente gigante, não tínhamos tempo - e nem saco! - suficiente para esperar tanto! De sobremesa, tomamos um sorvete no Bellaguo, delicioso, mas enorme, compramos dois mas deveríamos ter comprado só um! Os dois sorvetes de uma bola cada um deu U$ 12,00.

HOTEL BELLAGIO: Nesse dia conhecemos só as proximidades do teatro do Cirque du Soleil, mas já deu pra perceber que o Bellagio é liiindo! Pirei nos lustres com flores cor-de-rosa penduradas! As lojas, as floreiras, a área de jogos tanto de mesa quanto de maquinas, incrível, tudo lindo!!!!! Em outro dia voltamos lá e conto mais!

"O" CIRQUE DU SOLEIL: Uma das perguntas que mais vi nos fórum de viagem - e que foi uma das dúvidas que nós também tivemos - foi: qual é o melhor espetáculo do Cirque du Soleil em Las Vegas??? Claro que a vontade era ir em TODOS, como não tínhamos tempo e nem dinheiro para tal, lemos muuuito e escolhemos o " O" ! Sinceramente, se existir algum outro show NO MUNDO tão sensacional quanto esse, eu saio correndo pelada pela Strip! hahahaha Que aposta ridícula! Enfim, o que quero dizer é que é incrível, imperdível, sensacional, nada que eu disser pra tentar explicar vai demonstrar o que é esse espetáculo! Claro que não tenho base de comparação com outros espetáculos como o Ka, o Le Reve, etc, mas eu acho que quem for vai amar, não tem como não sair encantado de lá! Esse foi o único espetáculo que compramos pela Internet, escolhemos os assentos Section 203 Row R Seats 13-14. Upper Orchestra e foram ótimos! Gente, não percam o "O", não percam por nada!

QUINTA-FEIRA - 15/03/2012

CONVITES GRATIS DO FANTASMA DA OPERA: Isso mesmo, parece loucura, se me contassem eu não acreditaria, mas conseguimos dois convites NA FAIXA para o Phanton of the Opera. Explico como: na quarta-feira a noite, depois do passeio de gôndola no Venetian, paramos num stand de vendas de ingressos para comprar o passeio ao Grand Cannyon (vai ter um tópico só pra esse assunto depois!). Nesse mesmo stand, perguntei sobre preços para o Fantasma da Opera e eis que o vendedor me ofereceu dois ingressos de graça se eu topasse visitar um lançamento imobiliário lá em Las Vegas. Eu e meu marido teríamos que ir até esse empreendimento, tomar um café da manhã de graça, assistir uma palestra e, na volta, depois de três horas, nos dariam os ingressos na faixa (cada um nos custaria U$ 100!). Pagamos pra ver! Foi interessante, saímos 9h00 do Venetian, uma van nos levou até um condomínio no Sul da Strip, tomamos café da manhã for free, assistimos a palestra, tentaram a todo custo nos vender um apartamento nesse condomínio (não foi muito difícil recusar, afinal, temos todo o jogo de cintura brasileiro pra escapar desse tipo de situação rsrsrs) e perto do meio-dia nos levaram de volta! Pronto, dois ingressos de graça e meu marido - que é publicitário - teve uma verdadeira aula de vendas com os caras lá, eles são muito bons!!! Nossa manhã de quinta-feira foi fazendo isso, na volta a van nos deixou no Mandalay Bay e fomos voltando a pé, conhecendo cada hotel a partir do Sul da Strip!

MANDALAY BAY: Enfim começava oficialmente nossa peregrinação pelos hotéis de Las Vegas! Diga-se de passagem, começamos muito bem! O Mandalay Bay é incrivelmente lindo e enooorme! Entrou pra minha relação de hotéis onde eu quero um dia ficar hospedada em Vegas (no fim do relato posto minha relação dos mais mais!). Lá dentro, almoçamos no buffet. Realmente, pra quem não quer gastar muito e ter tudo quanto é opção - de carnes a pizzas, saladas, comida japa, massas, comida árabe, sobremesas mil - vale a pena! Comemos muito bem no buffet do Mandalay Bay! Só não me imagino fazendo aquele esquema de pagar e comer o dia inteiro no mesmo buffet, deve enjoar e também deixar a pessoa presa a ficar num único lugar o dia todo, sem chance pra gente!!!! Bom, andamos o Mandalay Bay inteiro e juro que desisti de tirar foto... TUDO é lindo! Não dei conta de registrar tudo que achei bonito! Ah, fomos até o Shark Reef, o aquário de tubarões, mas não quisemos pagar pra entrar... como diz meu marido, aquário tem o de Santos e do Guarujá que a gente já conhece! Hahahah brincadeira, claro que deve ser bacana, mas não tivemos vontade de pagar pra entrar. Onde a gente não resistiu e pagou não só pra entrar, como também pela foto lá dentro foi no Minus 5, o bar de gelo com temperaturas negativas dentro! Muito legal, achei que valeu a pena, nunca vi nada parecido! Tudo tudo tuuudo de gelo, até os copos em que servem bebidas lá dentro, copos feitos de gelo, depois de beber a bebida, vc pode chupar o copo hahahah! Adorei!

LUXOR: Lindo por fora, todo temático com motivos egípcios, mas não entramos... pelo que li não tinha grandes atrativos, mas fizemos bastante foto do lado de fora, bem bacana também passar por lá a noite, o pico da pirâmide fica iluminado!!!!

EXCALIBUR: Também vimos só por fora, achei bonitos os castelos medievais, mas também pelas minhas pesquisas não era "obrigatória" a entrada nesse hotel!

New York New York
NEW YORK NEW YORK: De fora ele já é tudo de bom, com a Estátua da Liberdade imponente e a montanha russa cortando o hotel de fora a fora! Entramos, andamos pelas lojas lá dentro, tem uma loja de doces com outra Estatua da Liberdade, mas essa feita inteiramente de balas! Andamos pelas "ruas" de Nova York, incluindo a Brodway, tudo lá é bem temático meeeesmo, achei bem jovial o hotel, meu marido também gostou bastante, mas não está na minha relação dos "mais mais" rsrsrs Agora, se tem uma coisa que eu AMEI lá e que era o que eu mais esperava fazer nesse hotel era a montanha russa! É insana! Pegamos uma filinha de uns 20 minutos porque fizemos questão de ir no "first seat", o primeiro assento do carrinho! Pagamos os dois U$ 28,00 para ir na montanha russa e valeu demais! Tudo bem que na primeira subida meu marido olhou pra mim e disse: "acho que a gente tá muito velho pra essas coisas"! hahahaha Dá um medão, mas eu adoro!!!!! Não deixem de encarar! Ah, importante: pra ir na montanha russa tem que deixar todos seus pertences num locker, se vc não tiver moedas tem uma máquina que troca notas por moedas no mesmo corredor!

Loja M&M
DO SUL AO CENTRO DA STRIP: Ainda tínhamos outros hotéis pra percorrer naquela região, mas ficariam para outro dia porque tínhamos que voltar para o hotel. No caminho, sempre a pé sem problema algum, dá pra caminhar tranqüilamente sem sofrer, entramos em algumas lojas que têm parada obrigatória: M&M, Coca-cola, Hard-Rock Café! Todas maravilhosas, queria comprar TUDO o que vi na loja da Coca! Lá fizemos a "volta ao mundo": pagando U$ 7,00 você experimenta refrigerantes da marca Coca-Cola mais vendidos em cada país! Como não fizemos isso na Disney (tem uma loja dessa no Epcot), fiz questão de não perder e adorei!

PHANTON OF THE OPERA: Já contei como ganhamos os ingressos, então vamos ao show, que é dentro do Venetian! Lindo! Dizem que é idêntico ao de Nova York e eu acreditei porque realmente foi incrível! Bom, eu sou suspeita porque AMO musicais, mas até meu marido que não é muito fã se surpreendeu! Conseguimos ótimos lugares, apesar do ingresso ter sido de graça! Saí de lá querendo ser a "Cristin" , a personagem principal!

Vista noturna da sacada do The Venetian
PÓS ESPETACULO: Dá pra fazer de tudo o que se pode imaginar na noite de Las Vegas, como estávamos bem cansados depois da pegada dos últimos três dias sem parar, dormindo super pouco, não entramos na balada que planejávamos pra essa noite (a Tao, no Venetian). Em vez disso, passeamos e fotografamos bastante dentro desse hotel, não faltam lugares sensacionais para fazer fotos por lá, o teto do saguão principal, que imita as pinturas das igrejas italianas, a área das piscinas, os corredores com piso que parece em 3D! Isso sem falar nos restaurantes e nas lojas! Andamos bastante comparando preços com os que encontramos lá no outlet e é claro que no Premium é mais barato, mas tem muita loja linda e quem tem bala na agulha com certeza não se conteria! Depois desse passeio no Venetian, assistimos a erupção dos vulcões no hotel The Mirage, que fica bem em frente ao Venetian! Também andei pela Sephora, tem uma loja dessa enooorme ao lado do Venetian! Depois disso, fomos passando e parando de balada em balada, as baladas e bares de rua, tem muitos e de graça! Tem uma que chama "Carnaval" e toca pop e rock, acho que pagava pra entrar, mas é aberta e mesmo estando na rua vc curte a banda, dança, pode comprar coisas no bar, que fica do lado de fora! De lá fomos para o Margaritha Village, no nosso hotel mesmo, o Flamingo, toda temática imitando barcos, tinha banda ao vivo também, não pagamos nada pra entrar! Esses são só alguns exemplos, a noite de Vegas tem todas as possibilidades possíveis e imagináveis!

SEXTA-FEIRA – 16/03/2012

Grand Canyon
GRAND CANYON: Confesso que esse passeio foi o que mais me deixou em duvidas do que era melhor fazer... li muito a respeito e ainda assim embarquei pra Las Vegas sem saber ao certo qual roteiro seguir e com qual empresa! Depois de muito ler a respeito, o que entendi foi que o South Rim é mais bonito, com mais atrativos e por isso valia a pena ir de carro para curtir as belezas do caminho e pegar o helicóptero só lá, já dentro do parque para sobrevoá-lo, isso pra aproveitar bem, fazendo várias paradas e tal...! O problema é que, como eu disse, eu sou do tipo que quer fazer tudo que é possível ao conhecer um lugar, esgotar todas as possibilidades... se for pra fazer “pela metade” prefiro fazer em outra oportunidade. Por isso deixamos o South pra outra vez, quando pudermos dormir lá e tudo mais. Dessa vez decidimos fazer o West Rim, que é bem mais perto de Las Vegas e, apesar de ser fora do Parque Nacional, proporciona uma bela vista das maravilhas do Canyon! Chegando em Las Vegas dei graças a Deus por não ter fechado antecipadamente esse passeio! Lá, nos estandes, encontramos muitas promoções e sairiam bem mais em conta do que pelo site das empresas. Fechamos com a Serenity e uma van foi nos buscar seis da matina no hotel! O motorista era super gente boa e nos deu uma “aula” sobre Las Vegas e o Grand Canyon no caminho! Chegando no lugar de onde partem os helicópteros, recebemos as instruções e embarcamos com outros dois casais. Foi um momento incrível pra mim porque nunca tinha voado de helicóptero, foi o máximo! Não balançou, não tremeu, o vôo é super suave, fiquei literalmente “nas nuvens”! Melhor ainda foi começar a sobrevoar o deserto, com uma paisagem diferente de tudo que eu já tinha visto! Primeiro passamos sobre a Hover Dam, que é uma obra gigantesca, nem tudo o que eu li sobre ela antes de viajar me faria imaginar que é daquela magnitude! Depois, chegando ao Canyon ficamos boquiabertos! Incrível! Passar pertinho das montanhas, depois seguir pelo alto o leito do rio, foi lindo! Mas o mais incrível estava por vir... descer no Canyon, a uma profundidade imensa e ainda fazer picnic com direito a champagne lá! Eu amei! Vimos cactos e animais do deserto correndo pra lá e pra cá! Tiramos tantas fotos que nem sei dizer! Realmente um passeio único, que não pode deixar de ser feito! Além da parada no Canyon, na volta descemos mais uma vez num lugar lindo que o piloto que chamou “the middle of nowhere”, o meio do nada!!!! Ah, o que dispensamos sem medo foi incluir o Sky Walk no passeio... realmente pelo que conversei lá com o pessoal, é super “pega-turista”, tudo o que se vê do Sky Walk se vê muito melhor do helicóptero, não tem necessidade alguma de pagar pra entrar nessa passarela onde nem fotografar é permitido... Enfim, nosso passeio foi maravilhoso, passeio que não pode deixar de ser feito, mesmo que seja só o West Rim! Esse pacote que fizemos custou U$ 678 para os dois.

FASHION SHOW MALL: a tarde, depois do Canyon, pegamos o carro e fomos até esse shopping, que até daria pra ir a pé porque também é na Strip, mas como de lá iríamos pra outros lugares, preferimos ir motorizado (mais uma das vantagens de alugar um carro, a liberdade de ter outros destinos seguidos da Strip!). Sinceramente, esse shopping é bonito, enorme... mas achei bem parecido com os shoppings que conhecemos aqui em SP, RJ... tudo muito caro, sem atrativos no quesito “preço bom”! Foi bacana porque conhecemos lojas que só vemos em seriados e programas de TV americanos (Macy’s e Blomingdales) e valeu também pela loja da Apple, a única onde gastamos um pouquinho lá no Fashion Show. Ah! Sem esquecer do melhor desse shopping: o restaurante Maggiano’s, um italiano maravilhoso que vale muito pelo preço e pelo sabor! Pagamos U$ 60 por dois pratos deliciosos de massa e duas cervejas Corona. Até salivei só de lembrar, vale a pena!

Cassino do Wynn
WYNN: Saímos do Fashion Show, pegamos a passarela até o Wynn e de novo eu fiquei passaaaada com um hotel de Las Vegas! Eu quero ficar no Wynn um dia! Entrou pra minha relação dos hotéis preferidos! É lindo por completo, em tudo: lojas, paredes, tapetes, lustres, fontes, chafarizes... o jardim central é LINDO! As piscinas e restaurantes também são estonteantes!!! Até os banheiros são bonitos hahahah pobre é fogo, repara até no banheiro! Enfim, adorei esse hotel, não deixem de entrar e explorá-lo inteirinho!

PALAZZO: Só visitamos pelo lado de fora, não entramos... mas sei que é lindo e tem lojas lindas lá dentro, como no Venetian!

Pallazzo
((NESSE DIA, DEPOIS DOS HOTEIS VOLTAMOS AO OUTLET PRA MAIS COMPRINHAS, DEPOIS A NOITE ESTÁVAMOS PODRES POR TERMOS ACORDADO CEDO DEMAIS PRO CANYON, ENTÃO COMEMOS UMA PIZZA NO NOSSO HOTEL MESMO E FOMOS DESCANSAR... O CORPO ESTAVA PEDINDO ARREGO!!!!))

SÁBADO – 17/03/2012

Festa na rua pelo St. Patricks Day

ST. PATRICKS DAY: Antes de contar o relato desse dia, um parênteses. Era dia de St. Patricks, os Irishs estavam por todos os lados vestidos de verde e bebendo desde muito cedo!!!! Muito legal!!!!!

THE MIRAGE: Começamos o dia nesse hotel, com café da manhã no Starbucks. Vale a pena entrar no Mirage, pessoal! Na recepção tem um aquário gigante e lindo! A área do cassino também é bem bonita! Adorei um bar dos Beatles que tem lá dentro – Beatles Revolution, todo temático! A área da piscina também é SHOW! Lá no Mirage tem o Dolphin Habitat, mas não quisemos pagar pra entrar, não sei se estou enganada, mas essas coisas de golfinho, tubarão, etc, me pareceram muito parecidas com atrações que temos aqui no Brasil e que não tem necessidade de fazer em Las Vegas... sei lá! No Mirage foi isso... gostei bastante do hotel!
Interior do The Forum Shop

THE FORUM SHOP: Em todos os dias anteriores ficamos “namorando” esse shopping... é lindo e imponente demais por fora... depois que entramos vimos que, por dentro, ele é mais maravilhoso ainda! Sensacional gente, nem dá pra explicar! Escadas rolante em espiral, lojas lindíssimas, esculturas maravilhosas!!!! Ah, pros pobrinhos como eu: wi-fi free em frente ao café que fica no último piso da torre principal do shopping! Hahaha Bom, andamos bastante pelo shopping olhando tudo (e comprando nada, kkkk), foi o lugar onde mais sonhei em ser rica na viagem inteira rsrsrs!

CEASER PALACE: Passamos do The Forum Shop para o Ceaser pelos corredores internos, quando vimos estávamos no Ceaser! Gente... que hotel é esse... lindo, lindo, lindo é pouco... tudo relacionado a César, esculturas, praças gigantes, obras de arte... nossa, que luxo! Andamos bastante por lá, é enorme o Ceaser e na certa o mais luxuoso dos hotéis de Las Vegas! Nesse dia íamos comer no Cheesecake Factory, mas meu marido estava com o estomago ruim e deixamos pra outro dia.

Interior do Ceaser Palace
WALGREENS: Falando na dor de estomago do meu marido – tadinho! – foi mais um motivo pra eu ir na Walgreens! Farmácia gigante que tem de tudo!!!! Deixei o maridinho no hotel e fui lá comprar remédio, aproveitei e comprar várias outras coisinhas!!!! Na Strip tem uma Walgreens bem ao lado do Venetian!

FLAMINGO: Marido medicado, tirando um cochilo, fui andar sozinha pelo nosso hotel! O Flamingo é antigo, mas ainda assim é grande, tem um jardim lindo cheio de flamingos de verdade, a capela também é uma graça, a área da piscina imensa e o restante da área de lazer está toda em reforma, com certeza vem coisa nova por aí...! A área do cassino também é imensa, tem muitos bares e casas noturnas lá dentro, apesar de sonhar com outros hotéis luxuosos, saibam que o Flamingo é bem bacana viu!

MGM: No fim da tarde, marido recuperado, saímos do nosso hotel pra ir ao MGM Grand a pé... quando olhamos pela porta de saída, estava chovendo!!!! Sim, minha gente, estava chovendo no deserto!!!!! Chuvão mesmo, de não dar pra sair a pé! Thanks God tínhamos o carro! Fomos dirigindo para o MGM que também é enorme, bonito, mas não tão novo e nem luxuoso quanto outros que já citei. Jantamos no Rainforest porque amamos esse restaurante lá na Disney! Tinhamos desconto lá também de uns cupons que pegamos (desconto é tudo em Vegas pessoal, fiquem sempre atentos aos que têm nas mãos)! Depois de jantar, pela primeira vez em Las Vegas fomos “brincar de jogar” no cassino! Digo brincar de jogar porque não somos disso sabem... meu marido sabe manipular baralho, mas não curte poker, Black Jack, essas coisas... então fomos pras maquininhas! Não é que colocamos cinco dólares e ganhamos 57 dólares! Rsrsrsrs Pagou o jantar! Jogamos mais umas misérias ali e fomos para o show do David Copperfield! Como disse, meu marido é mágico, sabia todos os truques, eu sinceramente de tanto ser “cobaia” do meu marido nas mágicas achei que não me surpreenderia com o show... mas o tiozinho é fera, gostamos bastante do show!!!!

Passeio noturno pela Strip
THE SIGN: Saindo do David Cooperfield, aproveitando que estávamos de carro, seguimos para a placa Welcome to Las Vegas, que fica no extremo sul da Strip! A chuva tinha parado, mas estava um frio cortante! Mesmo assim tinha fila pra tirar foto no Sign! Não podíamos deixar de ir lá! Na volta, percorremos a Strip de ponta a ponta de carro tirando fotos e fazendo vídeos, a Strip é linda demais a noite!

DOMINGO (18/03/2012)

BALLYS: Saímos do nosso hotel e seguimos a pé em direção ao sul da Strip... fazia MUITO frio nesse dia! A chuva parou, o sol apareceu, mas o frio estava demais!!!! Paramos primeiro na frente do Ballys, mas não entramos, não sei se tem algo que valha a pena lá, como tínhamos muito a fazer, só tiramos fotos na frente!
Torre Eifel do Paris Hotel
PARIS: Enfim, entramos no Paris! A Torre Eifel já tinha servido de cenário para varias fotos em dias e noites anteriores, mas entrar mesmo no hotel foi o primeiro dia! Tomamos café lá numa cafeteria se não me engano o nome é algo parecido com Madeleine e... tem wi-fi free! Rsrsrs Fica a dica! Bom, andamos bastante pelo Paris inteiro, lindo de morrer, tudo... o céu, as construções, as lojas... preciso urgente ir pra Paris de verdade! Hahahah me apaixonei pela Paris de Vegas! Do lado de fora, além da Torre Eifel, tem que tirar foto com o Arco do Triunfo, muito lindo!

"Céu" do Miracle Miles pouco antes da "chuva
MIRACLE MILES / PLANET HOLLYWOOD: Entramos pelo Miracle Miles, que é o shopping do Planet. Lá – assim como no Venetian, no Ceaser, no Paris – tem aquele céu falso que parece de verdade, com a diferença que em um dos corredores, o tempo “fecha” de hora em hora e chove minha gente! É mto bacana, vale a pena esperar dar a hora cheia pra assistir! Depois do Miracle, que tem bastante loja bacana (mas nem entramos porque já tínhamos gastado tudo o que podíamos e mais um pouco!), acessamos o Planet Hollywood que é um hotel bem jovial, achei muito bonito o cassino, assim como toda a área do hotel! No Planet tem um show muito badaladinho em Vegas que é o Peepshow – ou algo do tipo – que é um show de strip com uma atriz famosinha, que fez o filme “Show de Vizinha”. Pra quem quer ver “peitinho” em Vegas é um show que dá pra levar a esposa ou namorada sem grandes constrangimentos rsrsrs (aliás, Vegas tem de TUDO né gente, só estando lá pra descobrir, vai de cada um, mas esse show é, entre os shows de strip tease, o que parece mais “familiar”, se é que é possível dizer isso...).

LOJAS: Entramos na Ross da Strip e realmente... a outra que fomos é zilhões de vezes melhor! Também entramos na Harley Davidson, meu marido pirou lá dentro!!!!

MONTE CARLO: Só vimos de fora. Quando estávamos pesquisando hotéis que não fossem caros e tivessem boa localização, cogitamos esse hotel e realmente... a localização é ótima!

ARIA / CRYSTAL SHOPPING: De fora já se vê que esse Crystal Shopping é chiquerrimo! Entrando então... eu babei! Lindo! Escadarias, quiosques, árvores falsas, tudo de madeira mas sem ser rústico e sim sofisticado! Assistimos uma apresentação musical dentro desse shopping, que tem wi-fi free em todo seu interior, sem que vc precise dar senha ou consumir em alguma loja! Por falar em loja, só loja de patricinha nesse shopping rsrsrs Tudo lindo! Tem um jardim com flores gigantes, lindo, tem um espaço que espirais de água se movimentam e um outro que totens de gelo derretem e formam um espelho d’água! Sensacional! Adorei esse shopping que pertence ao hotel Aria, um hotel lindo também, onde também gostaria de ficar um dia!!!!!

COSMOPOLITAN: Tinhamos andado no Cosmopolitan no nosso primeiro dia em Vegas, já que fomos numa balada lá. Entramos de novo para mais fotos, dessa vez de dia, achei bem bacana o Cosmopolitan também... difícil né gente, todos os hotéis são ok, não lembro de um que eu tenha entrado e falado: que lixo! Acho que dá pra ficar tranquilamente em quase todos os hotéis da Strip!

Show das águas visto de outro ângulo

Jardim do Bellagio
BELLAGIO: Antes de entrar de novo no Bellagio assistimos mais uma vez o show das águas, não tem como, é só passar e ver que está rolando que a gente já queria parar pra ver, assistimos dessa vez olhando do Bellagio para a Strip, com a Torre Eifel de fundo, a trilha sonora era do filme Titanic! Entramos no hotel também por um lado diferente dessa vez e eis que me deparo com aquele jardim lindo de morrer que tem perto do saguão! Pirei, me apaixonei, queria ficar morando ali pra sempre! Na hora comecei a pensar que o Bellagio passava a ser o meu preferido, só por causa daquele jardim com carrossel, ponte, abelhas gigantes feitas de flores, aroma de flor por todo lado... um sonho! Eu achava que isso era suficiente pra eu querer o Bellagio na minha vida, isso até eu chegar na Jean Philippe Patisserie! Gente, Deus existe! Foi isso que eu pensei quando vi aquela cascata de chocolate, que é reconhecida pelo Guiness como a maior do mundo! Não deixem por nada no mundo de ir nesse lugar. Amei tanto que ficamos lá pra almoçar e, claro, comer um daqueles doces divinos de sobremesa! Antes de deixar o Bellagio, assistimos maaais um show das águas, dessa vez de frente pra fazer um videozinho e mostrar pra família!

LOJAS: Fomos numa loja de brinquedos acho que chamava Toys for us, pra quem não tem problema em pagar excesso de bagagem e tem bastante criança na família aquilo é o paraíso... igual em Orlando, brinquedo é muito barato, dá até raiva ao comparar com o Brasil!!!!

Piscina c/ espreguiçadeiras molhadas e toboágua no aquário
GOLDEN NUGGET: A noite fomos para downtown, o centro de Las Vegas, onde tudo começou, e paramos direto no Golden Nugget. Tem que ir de carro ou táxi, achei o lugar meio isoladinho pra pegar ônibus até lá... Não sei se é porque estávamos com expectativa baixa em relação a esse hotel por ser na parte antiga da cidade e tal, mas me surpreendi muito positivamente! Achei lindo o Golden, a área da piscina é sensacional, não deixem de ver, tem um toboágua que passa dentro de um aquário com um monte de peixe e até tubarão! Fiquei sonhando em entrar naquela piscina! Tinha também uns fogareiros ao redor da piscina, estavam acesos porque estava frio! Também vimos bastante restaurante bacana no Golden e curtimos a área do cassino. Jantamos no Buffet do Golden (dois jantares sem champagne U$ 47) e eu me acabei, era uma noite especial de frutos do mar, que eu adoro! Vale a visita ao Golden Nugget!

Freemont Experience
FREEMONT EXPERIENCE: Saímos do jantar no Golden Nugget e quando pisamos na Freemont o espetáculo começou! A rua toda coberta por telas de projeção, de uma em uma hora tem uma exibição acompanhada de música, uma grande balada na rua. Eu A-M-E-I! Tocou Bon Jovi que eu adoro! Tocou Queen que eu amo! Estou velha, eu sei, mas só musicão tocou! Comprei uma daquelas bebidas gigantes que vendem na rua e curtimos muito a balada lá! Inesquecível a Freemont, tem que ir! O mais engraçado é que conversando com varias pessoas que já estiveram em Vegas, muita gente só conheceu a Strip, nem andou pros outros lados, como a Freemont! Não cometam esse erro, tem que conhecer a Freemont! Além das projeções, assistimos a show de música num palco montado lá!

BINION’S: É outro dos vários cassinos que têm na Freemont, lá você pode tirar uma foto de graça com um milhão de dólares! Uma pilha de dinheiro protegida por uma redoma de vidro, se vc não ganhar nada no jogo – como nós, que perdemos 20 dólares nesse dia na roleta! – pode ter uma foto impressa com esse dinheirão como prêmio de consolação rsrsrs

Mais um show das águas no Bellagio
DE VOLTA À STRIP: Estavamos no pique nesse dia e depois da Freemont voltamos pra tentar assistir o último horário do show de piratas no Treasure Island, mas não conseguimos chegar a tempo, já estava tarde... então andamos pelo Treasure que achei ok mas nada de mais... pegamos o trenzinho até o Mirage, andamos um pouquinho até o Bellagio, vimos mais um show das águas e voltamos para o hotel exaustos!

SEGUNDA-FEIRA (19/03/2012)

SIGN – Queríamos mais uma vez tirar fotos na placa “Welcome to Las Vegas”, dessa vez de dia, com o céu azul lindo que fazia na segunda-feira! Então acordamos cedo e fomos direto pra lá de carro. Realmente ir a pé até o Sign seria de matar!!!!

Vista do alto do Stratosphere
STRATOSPHERE – Do extremo Sul ao Norte da Strip. Fomos enfim conhecer o famoso Stratosphere, o hotel que tem a torre gigante, o ponto mais alto de Vegas, cheia de atrações radicais! Uma dica: vá bem cedo pra evitar filas nos brinquedos e, principalmente, vá antes do café da manhã hahaha! Os brinquedos são insanos! Chegamos quando a bilheteria pra subir na torre ainda estava fechada (acho que abre às 10h00). Então andamos pelo cassino do hotel, jogamos um pouco nas maquininhas, depois compramos o ingresso que incluía a subida mais duas atrações (pagamos U$ 52,00 os dois – duas subidas, mais dois brinquedos pra cada um). No andar onde é possível ver Las Vegas inteirinha, todo entorno é de vidro! Visual incrível, dá pra ver até as montanhas com neve na ponta no horizonte! É desse mirante que saltam os corajosos do Sky Jump! Gente, juro que queria ter coragem de encarar, mas queda livre não é pra mim... o pessoal salta preso por uma espécie de corda nas costas e não é elástico igual bung jump, a descida não tem volta, só pára no chão! Quem ainda não viu, procure vídeo no youtube e perca o fôlego! Rsrsrs Nós ficamos vendo o povo pular e eu sofri só de olhar!!!! Coração na boca! Depois de muitas fotos nesse andar do mirante, subimos mais um andar para encararmos o X-Scream! Também é looouco esse brinquedo, tb tem vídeo no youtube pra quem quiser! O carrinho fica pendurado daquela altura e, claro, nós fomos no “first seat”! Depois subimos mais ainda e encaramos o Big Shot, que é um elevador igual tinha no Hopi Hari. Arrancada louca, vista animal lá de cima, achei menos assustador que o X-Scream, mas mto legal também!!!! Depois de tanta aventura, finalmente paramos pra tomar café na Starbucks do Stratosphere, andamos mais um pouco por ele, que é mais antigo que a maioria dos hotéis que visitamos e onde eu jamais ficaria hospedada por ser longe do burburinho da Strip. Já a visita até ele é obrigatória, tem que ir lá pelo menos uma vez! Se não fosse nosso último dia em Vegas teria voltado pra brincar de novo!!!!

PINK’S HOT DOG: Do Stratosphere passamos em mais alguns lugares relacionados ao casamento (conto alguns tópicos à frente) e na hora da fome fomos almoçar no Pink’s Hot Dog, nos disseram que é o mais famoso de Vegas, fica na entrada do Planet Hollywood. Quem não curte comida meio apimentada tem que pedir “no sauce”, eu gosto, então pedi um tradicional e achei uma delícia (gordinho ama um hot dog rsrsrs). Boa pedida, gostoso e preço bom (dois hot dogs, mais um acompanhamento que são tipo salsichinhas a milanesa com um molho, pagamos U$ 19,40).

Delícias do Cheesecake Factory
CHEESECAKE FACTORY: Antes de voltar para o quarto para a hora do casamento, fomos mais uma vez ao Ceaser, agora sem dor de estômago do meu marido, era hora do Cheesecake Factory. Ouvi tanta gente falando dele que não podia ir embora sem provar! Covardia né gente... delicioso demais!!!! Compramos um pedaço (U$ 8,59) sabor Godiva, huuum! Realmente o Cheesecake Factory merece a fama que tem!

RENOVAÇÃO DE VOTOS: Como já contei, no segundo dia em Vegas já havíamos feito a reserva do pacote. Contratamos um pacote do Tradicional Wedding que incluía um bouquet com sete rosas, uma flor de lapela para o noivo, 14 fotos da cerimônia, transmissão da cerimônia ao vivo pela internet, um CD com a gravação da cerimônia e transporte de limousine do hotel pra capela e depois da capela para o hotel. Esse é um dos pacotes mais básicos, custou U$ 395. Fizemos upgrade com uma sessão de fotos no jardim da capela por U$ 99. O bacana que achei dessa capela é que dá pra customizar qualquer pacote com mais um milhão de coisas, então fica com a cara da pessoa! Pra mim o importante eram fotos porque AMO fotos, por isso achei que valia a pena gastar mais com esse upgrade, mas para quem ama flores, por exemplo, pode fazer o upgrade do bouquet! Tudo é possível! Os caras sabem MESMO ganhar dinheiro com isso!!!! rsrsrs
Vestido locado para cerimônia
Bom, depois de escolher o pacote e fechar com a capela, não é preciso se preocupar com mais nada... eles cuidam de tudo, são muito organizados! Só precisa ver, é claro, o que vc quer vestir na cerimônia. Vc pode se vestir como quiser! Só que eu, que AMO vestidos de noiva, achei que Las Vegas - por ter vááárias capelas - teria também vááárias lojas de aluguel ou venda de vestidos de noiva por preços que compensassem realizar, de novo, o sonho de me vestir de branco! Ledo engano... andamos MUITO todos os dias pela cidade inteira e eu não vi sequer uma loja desse tipo. Então, entrei em contato com a consultora lá da Little Chapel of Flowers e ela me indicou uma loja que tem parceria com a capela. Ela me passou o endereço e é bem afastado de tudo, com o GPS foi fácil chegar, mas não é muito pertinho não... procurando aqui achei o site da loja: www.rentadressandtux.com. Lá os vestidos para locação custam a partir de U$ 200,00 e eu não resisti: aluguei um dos mais baratos pra matar minha vontade! rsrsrs Meu marido usou calça social e um blazer, normal, mas por baixo colocou uma camiseta que compramos na Strip. A camiseta tinha um desenho de dois noivinhos, a noivinha sorridente e o noivinho triste, com os dizeres: "Game Over - Las Vegas"! Para quem quer fazer cabelo, maquiagem e afins, praticamente todos os hotéis têm salão e SPA, as capelas também oferecem esse serviço em parceria com outros salões. Eu bem que queria, mas sem chance de gastar dinheiro com isso, então dei um jeitinho eu mesma, no quarto!
Detalhe do vestido e da camiseta que usamos

Nossa renovação de votos foi marcada para as 19h00 (escolhi esse horário porque o cair da noite em Vegas é lindo, pegamos um por-do-sol incrível a caminho da capela!). A limousine ficou de passar no hotel entre 18h00 e 18h30. Quando deu 18h00 em ponto ligaram no quarto falando que em vinte minutos o motorista estaria no saguão do hotel. Descemos do nosso quarto, eu toda "montada" no vestidão de noiva (hahahaha) e fiquei me sentindo uma princesa! Todo mundo passa por mim e dizia: "congratulations!", "you are beautiful"! A mulherada gritava ao me ver, pediram até pra tirar foto comigo hahahahaha!!!!! Muito bom, recomendo pro ego de toda mulher, se eu soubesse que seria assim teria descido antes e ficado andando pela Strip vestida de noiva (hahahaha mentira!).

A limousine chegou e quando entramos nela, parecíamos duas crianças! Nunca tínhamos entrado num carrão daquele! Tiramos mil fotos com a nossa máquina, ficamos mudando a estação do rádio, cantando, dançando, já estava valendo realizar essa loucura só pela bagunça na limo! Quando chegamos na capela, o motorista abriu a porta e já tinha três pessoas nos esperando: a recepcionista, que ficou nos acompanhando em tudo, a fotógrafa principal e o segundo fotógrafo, que tira fotografias mais "despojadas" (que eles chamam de "life style") e, apesar de não estar isso incluso no nosso pacote, ele estava lá porque depois eles tentam vender mais e mais fotos maravilhosas pra vc!

Fomos até a entrada da capela, assinar vários papéis, entregaram a flor de lapela pro meu marido, o bouquet para mim e o celebrante nos levou a uma salinha fechada. Gente, quando começamos a conversar com aquele homem, dei graças a Deus por não ter caído na tentação de contratar o Elvis Prestey pra ser o celebrante! Claro, é MUITO legal esse clima de Vegas, com Elvis, etc e tal, mas é pra quem quer mesmo algo meio de deboche! Com esse celebrante foi muito personalizado, ele perguntou da gente, da nossa história, de quanto tempo estávamos juntos, de quem estaria assistindo pela internet... aí perguntou se queríamos repetir os votos (tem a opção de repetir ou de só dizer "I do" pra quem não tem o inglês mto afiado), explicou que haveria na cerimonia um ritual das velas, perguntou também se queríamos uma benção no final ou não (porque há casais "não-religiososos" ou que têm religiões muito rígidas que não permitem uma benção de outra religião que não a dos noivos, então tem essa opção). Tipo, super pessoal mesmo a coisa!

Fora que todo mundo na capela foi super atencioso... meu cabelo eu prendi suuuper mal pq sou um zero a esquerda em arrumar meu próprio cabelo, aí tinha um fio soltando, me trouxeram dois grampos pra eu arrumar... gente, não tenho o que falar da Little Chapel of Flowers, just perfect!

Troca de alianças
Às 19h00 em ponto fomos posicionados na entrada da Victorian Chapel (a Little Chapel tem várias capelas, vários ambientes que vc pode escolher, nós escolhemos a Victorian). Quando começou a música nós entramos e - juro - parecia que eu estava casando pela primeira vez! A cerimônia foi linda, os dizeres do celebrante foram lindos, meu marido até chorou durante as juras (e olha que ele nem é tão manteiga derretida quanto eu!) e o ritual das velas é lindo de doer! São três velas, duas menores, acesas, e uma maior, apagada... aí ele fala pra cada um pegar uma das velas acesas e diz que quando duas pessoas se casam ou renovam seus votos, se tornam uma pessoa só. São duas chamas que se transformam em uma terceira, muito mais brilhante! Ou seja, cada um continua tendo seu próprio brilho, mas juntos, iluminam ainda mais! Aff to quase chorando de novo de lembrar hahahah! Depois no final veio a benção (que nós quisemos sim e foi lindo!). Aí nos beijamos e na saída da capela meu marido abriu o blazer e mostrou a camiseta escrito Game Over, mostrando pra câmera onde nossos familiares estariam assistindo! Muuuito legal! Amei tudo, sem palavras!!!!!

No fim da cerimônia, acenando para a câmera por onde nossos familiares assistiam a cerimônia, pela internet

Sessão externa de fotos
Depois que termina, eles nos levaram de novo pra salinha privativa, pro casal ter um momento só dele antes de terminar oficialmente a coisa! Tudo de fofos! Aí depois veio a sessão de fotos no jardim que eu ameeeei, foi muito divertido, a fotógrafa era uma querida e as fotos ficaram lindas! Todas as fotos - tanto as inclusas no pacote quanto caso vc feche mais fotos a parte - vc pode escolher no dia seguinte ao casório e já leva com vc. O problema é que nosso vôo de volta pro Brasil era cedo dia seguinte, então combinamos de escolher tudo pelo site e deu super certo, quando chegamos em casa marcamos pelo site a conferência pra selecionar nossas fotos preferidas, foi cobrada uma taxa de U$ 20,00 pra eles me enviarem essas fotos e pronto, deve estar pra chegar! Logo depois que termina todo esse processo, eles mandam um formulário de satisfação do cliente pra vc responder sobre cada serviço e dar sugestões. Tudo muito organizado, recomendo essa capela de olhos fechados!!!!!

Vista do alto da Torre Eifel
PARIS - Bom, depois que terminaram as fotos, entramos na limousine que nos levou de volta pro hotel. No quarto troquei de roupa - pq iiiiinfelizmente não dava pra andar com a cauda do vestido pela Strip! - e saímos pra jantar e comemorar! Jantamos no Le Cafe, no Paris, que é uma delícia, recomendo, preço bom e comida divina (gastamos U$ 60,00 - dois pratos de massa e duas taças de vinho)! Lá mesmo no Paris assistimos um pouco do duelo de pianos (eu toco piano, então não podia perder!) e depois subimos na Torre Eifel (U$ 31,00 dois tickets)! Deixamos pra subir nela só nessa noite, pra comemorar mesmo nossas bodas! O visual de lá é LINDO! A vista que se tem das fontes do Bellagio é maravilhoso e nós demos a sorte de assistir lá de cima o show das águas ao som de Michael Jackson, que a gente adora! Foi tudo de bom!

Espetáculo dos piratas no Treasure Island
TREASURE ISLAND - Depois do Paris, corremos até o Treasure Island porque nos dias anteriores não tínhamos conseguido ver o show dos piratas. Li nos blogs de viagem algumas pessoas que não gostaram desse show, que é em frente ao hotel... mas eu e meu marido adoramos! São dois barcos que "duelam", o das mulheres e o dos homens, com direito a música, dança, explosão e até um naufrágio! Achei super bem produzido, mas sou suspeita porque amo musicais e é bem musical o show!

Andamos mais, tiramos mais fotos na Strip e assim nos despedimos de Las Vegas... dia seguinte, terça-feira de manhã, voltamos para o Brasil com a sensação deliciosa de ter aproveitado o quanto pudemos essa cidade incrível!!!!!

CONSIDERAÇÕES FINAIS:

Gente, só pra terminar meu relato, algumas outras informações que acho válidas:

TIPS: Muito mais do que em Orlando, TUDO em Vegas são "tips", as gorjetas. Tem gente que vive disso. Tipo, nosso hotel tinha manobrista, o serviço era de graça, mas tinha que dar "tip" pro manobrista e, se vc esquece, ele cobra! No casamento foi o que mais "sentimos" essa coisa de "tips". No fim de tudo, eles dão um envelope pra vc colocar as gorjetas tanto para o celebrante, quanto para os fotógrafos e o motorista da limousine. Ou seja, não importa se vc já pagou pelo serviço, rolam as "tips" MESMO em todos os lugares possíveis e imagináveis rsrsrs

Mário e Luigi
PERSONAGENS DE LAS VEGAS: Em toda calçada, a cada esquina, tem alguém fantasiado ou de Homer Simpson com uma garrafa na mão ou do Mário Bross demitido pela Nintendo ou do personagem do "Se Beber não case" para os turistas tirarem fotos (e darem gorjetas, é claro!). É divertido!!! Fotografamos com vários personagens bacanas!




Anúncio de show de strip tease
SIN CITY: Não tem jeito, Vegas é mesmo a "sin city" rsrsrs A mulherada dança mesmo de biquini no balcão dos bares, nas mesas de jogos, nas festas e baladas tem sim muita pegação, não faltam anúncios de garotas e garotos de programa pelas ruas. Mesmo assim, em NENHUM momento me senti constrangida ou envergonhada por isso. Ninguém mexeu comigo e nem com meu marido, ninguém tocou em mim, só entra na dança quem quer!!!! Sinceramente pra quem já encarou algo como Carnaval em Salvador vai achar que lá é até light nesse quesito. Mesmo assim, quem é o tipo de casal ciumento neurótico é melhor nem ir pra Vegas... tem que ter maturidade pra ir pra lá desencanado porque ver vc vai ver de tudo mesmo!

BEBIDAS: Em Las Vegas vc vai ver um moooonte de gente com uns copos gigantes, com canudos gigantes, bebendo o dia inteiro! Nos primeiros dias eu olhava e não entendia o que era, mas - é claro - não demorei pra provar e descobrir! Vc escolhe o tipo de copo que quer (tem zilhões de tipos!) e escolhe sua bebida preferida, eles enchem o copão com a bebida e vem muuuita bebida!

LAS VEGAS PARA CRIANÇAS: Vejo muita gente perguntar o que tem lá pra criançada, se dá pra curtir a viagem com criança... pelo que vi, até dá... mas com restrições. Eu sinceramente não levaria um filho muito pequeno pra lá, procuraria outro destino porque todo mundo fuma em todo lugar, a música é alta em todo lugar, tem muitos locais que não pode mesmo entrar menor... enfim, pra levar criança seria bom levar alguém junto - tipo uma babá pra quem pode ($$$$) - pq aí os pais vão sozinhos curtir o que não é adequado pra criança. Claro que vai de cada um né, é só minha opinião e eu ainda não sou mãe, então também não sou parâmetro pra falar disso!

HOTÉIS: como são muitos hotéis bacanas e rola sempre aquela dúvida de onde se hospedar, vou deixar aqui uma relação dos meus preferidos só pra ser mais uma referência pra quem está em dúvida. Se eu tivesse grana escolheria entre o Venetian, o Ceaser Palace e o Bellagio, não necessariamente nessa ordem de preferência... em qualquer um que eu ficasse me sentiria realizada! Depois desses três, meus preferidos foram o Aria, o Wynn e o Mandalay Bay. Onde eu não gostaria de ficar: Stratosphere (muito longe do burburinho da Strip), Circus Circus (muito cara de "velho"). De resto, se o preço compensar, acho que dá pra ficar em quase todos... mas olha, se vc tiver um tiquinho de din din a mais, fique em um dos seis primeiros que eu citei! Não tem como não curtir!

COISAS QUE EU QUERIA TER FEITO E NÃO FIZ: Das coisas que estavam no meu roteiro ou que descobri depois e acabou não dando pra fazer, estão ir na balada Tao, do Venetian; ir na Guns Store pro meu marido atirar (eu não curto, ele sim!); dirigir super carros na Las Vegas Motors Speedyway; ter muuuito dinheiro pra provar todos os restaurantes dos top chefs; ir ao South Rim do Grand Canyon; ir com uma galera de amigos pra alugar uma limousine pra ir pra balada!!!!! Bons motivos pra eu voltar pra Vegas um dia!!!!!

É isso pessoal, desculpem por ter me alongado tanto, mas é que eu sou do tipo que pesquisa muito sobre os destinos de viagem e me realizo quando encontro um relato bem detalhado e informativo! Então fiz o meu pensando em retribuir minimamente com quem tanto me ajudou no meu planejamento de férias! Lembrando que o que escrevi são apenas as opiniões de quem foi uma única vez pra Vegas, são minhas impressões pessoais, então fiquem a vontade pra discordar de algo que eu tenha dito e deixar suas dicas para quem ainda vai viajar!

Um abraço e obrigada!